Quantas vezes você urina por dia? Conheça os principais transtornos do volume e da frequência da micção

February 20, 2019

 

 

A micção normal

Uma pessoa adulta saudável que tenha uma dieta comum produz entre 1000 e 2000 ml de urina por dia. Um volume diário de urina superior a 2,5 L foge ao padrão normalmente encontrado, a menos que o indivíduo beba líquidos em excesso ou sofra de alguma doença. O volume mínimo de urina necessário para remover do organismo os produtos residuais é de cerca de 0,5 L em um homem de 70 kg. Um volume de menos de 0,4 L indica desidratação grave ou insuficiência renal aguda.

Uma grande ingestão de líquidos aumenta a quantidade de urina produzida; uma grande privação ou perda de líquido através da transpiração, vômitos ou diarreia conduz a uma produção diminuída de urina. Em geral, nos humanos saudáveis, o volume de urinaeliminado durante o dia é o dobro do produzido na noite. Em desordens patológicas esta proporção pode ser alterada passando o indivíduo a eliminar igual volume nos dois períodos ou mais urina durante a noite.

Em média, uma pessoa urina de quatro a sete vezes durante o dia, com intervalo de cerca de duas horas entre elas. À noite, a frequência do ato de urinar varia desde pessoas que não sentem vontade de urinar durante toda a noite até outras que têm de interromper o sono uma ou duas vezes para urinar.

 

Quais são os transtornos de volume e de frequência damicção?

Os transtornos do volume e frequência urinária são: (1) anúria, (2) oligúria, (3) poliúriae (4) polaciúria. Outros termos relacionados com esses problemas são (5) nictúria, (6) disúria, (7) urgência urinária, (8) incontinência urinária e (9) retenção urinária.

1 - Anúria

A anúria é a diminuição drástica ou supressão total da excreção urinária. Fala-se que háanúria quando a drenagem de urina é inferior a 100 mililitros por dia. A anúria pode ser de causa (A) pré-renal, decorrente, por exemplo, de choque com diminuição da irrigação sanguínea; (B) renal, devido a doenças dos rins, como glomerulonefrite aguda, necrose tubular, infarto renal, etc. ou (C) pós-renal, por obstrução dos canais ou vias excretoras urinárias. As condições mais comumente associadas à anúria são infeções do sistema urinário, problemas da próstata, fibrose retroperitonial e doenças renais.

2 - Oligúria

A oligúria é uma redução importante do volume urinário normal. Como a anúria, a oligúria também pode ser pré-renal, renal ou pós-renal. A causa mais frequente deoligúria é a desidratação que, por seu turno, pode ser causada por diarreias ou febres, sobretudo em lactentes e crianças pequenas. A oligúria pode, ainda, ser devida a obstruções parciais das vias urinárias, próstata aumentada, queda grave da pressão arterial, graves hemorragias, queimaduras e insuficiência renal. Se não tratada adequadamente, a oligúria pode levar à insuficiência renal.

3 - Poliúria

A poliúria consiste na eliminação de uma quantidade excessiva de urina, geralmente acima de 2,5 litros de urina por dia. A poliúria e a polidipsia (sede excessiva) se retroalimentam reciprocamente. A poliúria também não é uma doença, mas um sintomacomum a várias condições fisiológicas ou patológicas. As causas mais comuns da poliúria são o diabetes mellitus, a polidipsia primária ou potomania e o diabetesinsípidus. A poliúria pode também ser desencadeada por várias substâncias químicas com efeitos diuréticos, como medicamentos, cafeína e álcool, por exemplo, por fibrilação auricular, parto e remoção de uma obstrução no trato urinário.

4 - Polaciúria

Polaciúria ou polaquiúria é um sintoma urinário caracterizado por aumento do número de micções com diminuição do volume da urina, ou seja, urinar pouca quantidade muitas vezes ao dia. Pode vir associada à disúria (dor ou queimação ao urinar), dor na parte inferior do abdômen e urgência para urinar. A polaciúria é diferente da poliúriapois esta significa urinar muito, em grande volume. Entre crianças, urinar 5 a 12 vezes por dia é normal, e mais de 12 vezes por dia é excessivo. Entre adolescentes e adultos até 6 vezes é normal, mais que 6 vezes em pequeno volume caracteriza polaciúria.

5 - Nictúria

Chama-se nictúria ao fato da pessoa urinar uma ou várias vezes durante a noite, interrompendo o sono, de maneira que o volume de secreção urinária noturno pode ser maior do que o diurno. A nictúria pode ser de causa cardíaca (insuficiência cardíacacongestiva), hepática (insuficiência hepática), autoimune ou renal (insuficiência renalcrônica).

6 - Disúria

Etimologicamente, disúria seria qualquer dificuldade para urinar, mas o termo é mais usado quando há uma sensação de dor, ardor ou desconforto ao urinar. Ocorre mais comumente em mulheres, na maioria das vezes causada por uma infecção urinária, embora possa acontecer também em homens e tenha uma grande variedade de causas.

7 - Urgência urinária

Em alguns casos, a urgência em urinar é uma vontade tão súbita e forte que não dá tempo de chegar ao banheiro. Normalmente, a partir de um certo momento, a pessoa não consegue controlar voluntariamente a emissão de urina e as primeiras porções dela acabam sendo vertidas na roupa. Depois que a pessoa começa a perder urina, não mais consegue interromper o fluxo.

8 - Incontinência urinária

Na Incontinência urinária a pessoa perde urina involuntariamente, de forma contínua ou intermitente, espontânea ou por um esforço físico como rir, tossir, espirrar, etc. Ela pode dever-se a doenças que afetem o sistema urinário, mas sua probabilidade aumenta com o envelhecimento e é pelo menos duas vezes mais comum em mulheres que em homens. Também a obesidade, doenças neurológicas ou diabetes podem aumentar o risco de incontinência.

9 - Retenção urinária

Retenção urinária é o acúmulo de urina na bexiga resultante da incapacidade real de eliminá-la. Pode dever-se a um aumento exagerado da próstata, devido à hiperplasiaprostática benigna ou ao câncer da próstata, infecções, medicações anestésicas, pedras na bexiga, cistocele (queda da bexiga), estreitamento uretral, etc. Em alguns casos, sobretudo nos crescimentos prostáticos, resta alguma porção de urina na bexiga (urinaresidual), após uma micção voluntária considerada completa.

 

ABCMED, 2019. Quantas vezes você urina por dia? Conheça os principais transtornos do volume e da frequência da micção. Disponível em: <https://www.abc.med.br/p/sinais.-sintomas-e-doencas/1334113/quantas-vezes-voce-urina-por-dia-conheca-os-principais-transtornos-do-volume-e-da-frequencia-da-miccao.htm>. Acesso em: 20 fev. 2019.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Exame de urina de rotina: importância, coleta e métodos de análise

July 21, 2017

1/1
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2015 / 2020

Laboratório Labcenter

Seguir

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon

Horário de Funcionamento

Seg - Sex: 06:30 - 17:30

Sáb: 07:00 - 11:00

Recebimento de Amostras pendentes:

Seg - Sex: até às 14h

Sáb: até às 9h

Criado com orgulho por:

Vinicius Garcia